As minhas investigações/Os meus projectos

1. Tese de Mestrado em Antropologia

CAPA_LEVADAS2

Este trabalho consistiu no estudo das levadas da ilha da Madeira como um espaço de memória e de relações sociais centradas na água.
Na Região Autónoma da Madeira as levadas são canais estreitos e densos, quase sempre a céu aberto, construídos para conduzir a água para a irrigação, energia ou abastecimento. São também lugares de rememoração e de reinterpretação de práticas culturais locais e de dinâmicas sociais. E, ainda, lugares que se globalizam e se transformam em importantes vias nos passeios de ecoturismo, turismo de natureza e turismo de montanha, que funcionam como um cartaz turístico da Região.

O objectivo que norteou este trabalho de pesquisa foi o de capturar as práticas culturais e as dinâmicas sociais associadas à gestão dos recursos hídricos, que transformam as levadas da Lombada da Ponta do Sol num espaço de memória e de relações sociais centradas na água. Mais especificamente, pretendeu-se analisar o modo como os camponeses da Lombada da Ponta do Sol introduziram o problema da água na memória local e no seu quotidiano, como reinterpretam os usos e costumes locais que gerem a partilha da água e as relações sociais de conflito, e como relembram actores, lugares e eventos marcados pelo problema da água do povo.

2. Tese de Doutoramento em Turismo sobre o Património Cultural como recurso turístico

Título: Pelos Caminhos da Água. As levadas e veredas da ilha da Madeira como recurso turístico

Resumo
O tema desta tese é o património cultural como recurso turístico, em concreto, o caso das levadas e veredas da ilha da Madeira. A problemática abordada insere-se no mapa de questões associadas às estratégias de activação patrimonial, às representações turísticas das levadas e aos discursos promocionais e, ainda, às experiências e motivações dos turistas.
A pesquisa foi elaborada no sentido de responder às questões enunciadas e ainda por forma a responder aos objectivos propostos, a saber: caracterizar e analisar o turismo na Madeira na perspectiva cultural; identificar sítios, lugares, paisagens e levadas como objectos de destino turístico; identificar e interpretar as representações turísticas e os discursos promocionais das levadas, traduzidos em textos, imagens e narrativas, captando deste modo as ideias que alimentam a mercantilização e consumo dos espaços turísticos; e por fim, caracterizar e examinar as motivações e interesses dos visitantes.

3. Projecto “(Des)Memória de desastre? Cultura e perigos naturais, ‘catástrofe’ e resiliência. Madeira, um caso de estudo” – Concluído.

Projecto colectivo e transdisciplinar, associado ao Centro de Estudos de Comunicação e Cultura (CECC) da Universidade Católica Portuguesa. Procurando articular investigação científica, criação/divulgação artística e intervenção cívica, DMDM toma como principal objecto de estudo/reflexão a memória de desastres naturais experienciados no arquipélago da Madeira.

No âmbito deste projecto sobre as memórias múltiplas do desastre na ilha da Madeira, o trabalho que proponho versará sobre a produção das narrativas e discursos acerca da política regional do turismo efectuada em determinados contextos socioculturais, envolvidas nos riscos e da memória do desastre de 20 de Fevereiro de 2010.

Sabendo que as imagens são utilizadas para comunicar mensagens acerca de lugares e produtos, para redefinir e reposicionar lugares, produtos e destinos (Morgan e Pritchard 1998), procurarei descortinar recorrendo a suporte teórico adequado, que imagens, representações e memórias do desastre estão associadas à política regional de turismo. Que narrativas e discursos de propaganda turística são alusivos ao desastre? Como circulam os imaginários turísticos associados ao desastre e quais os veículos e actores envolvidos? Existiram consequências directas e/ou indirectas para a política de turismo regional e no seio do sistema turístico regional?
(Work in progress com prazo de conclusão previsto para 2014).

4. Surfscapes, turismo e desenvolvimento local.
A extensa orla costeira nacional constitui um espaço de eleição para a prática de surf, deste modo urge analisar a forma como as autarquias da costa vicentina têm vindo a aproveitar as potencialidades e os recursos existentes visando a promoção dodesenvolvimento local. O turismo, na vertente náutica ou de natureza, constitui uma ampla oportunidade, existindo já uma oferta turística, traduzida em inúmeros alojamentos, actividades, pacotes, etc.

5. XmasTI: A produção de Imaginários Turísticos do natal

objectivos:

  • Identificar os processos de construção de narrativas e discursos turísticos.
  • Averiguar quais os principais intervenientes nos processos de construção dos imaginários
  • Analisar de que modo a produção dos imaginários afecta a construção/identidade do lugar.

Para responder a estes objectivos, pretende-se:

  • Efectuar uma pesquisa bibliográfica-documental acerca da temática.
  • Realizar observação em Rovaniemi e em Óbidos.
  • Entrevistar os produtores presentes no sistema turístico dos imaginários turísticos do natal em ambas as localidades.
  • Compilar e analisar os conteúdos dos websites de redes sociais na Finlândia e em Portugal nos últimos 24 meses.

 

6 thoughts on “As minhas investigações/Os meus projectos

  1. Cara Drª Filipa Fernandes!
    Foi com agrado que tomei conhecimento da sua tese de doutoramento, no DN-Madeira. Apraz-me especialmente, por ser coincidente com o tema que pretendo debater como apresentação final do Curso de Guias de Montanha, aqui na ilha da Madeira” O pedestrianismo como recurso turistico na floresta laurissilva”.
    Contrariamente ao lugar comum na apresentação de um percurso, optei por essa temática ( que espero levr a bom porto ), imbuído da certeza que os profissionais dessa área devem ser detentores de conhecimentos aprofundados e paralelos, que não só enriquecem os próprios, como quem nos visita e busca informação.
    Igualmente me chamou a atenção para duas ideias que veicula; a ecotaxa e o centro de interpretação, inexistentes e necessários ( em minha opinião) para optimizar o recurso ecoturismo da região.
    Tenho como área de formação as ciência sociais como maior e minor em gestão de património e organizações culturais. Não sendo madeirense por nascimento, considero-me como tal do coração e se ,modestamente conseguir dar algum contributo como profissional na área do turismo, considerar-me-ei feliz. Para isso conto com um projecto já acreditado pelo turismo da Madeira e a curiosidade, com quem domine o assunto, auscultando-os.
    Gostaria de alguma forma ( e se fosse possível ), beber inspiração na sua obra, que desconheço se disponibilizou publicamente, que gostaria de mencionar no meu modesto e, simples bosquejo dum tema tão rico.
    Termino reiterando a minha satisfação e dar
    -lhe os parabéns!
    Atentamente,
    Gerónimo Paulino

    • Caro Gerónimo,

      Grata pelas suas palavras.
      A minha tese ainda não está publicada me formato livro ou e-book. Assim que houver mais informações transmitir-lhe-ei. Tenho alguns artigos já publicados. Poderá ver mais informações na sub-página Publicações. Se necessitar de mais algum esclarecimento, disponha.
      Cumprimentos,

      Filipa Fernandes

      • Cara Drª Filipa,Fernandes
        Eu é que agradeço a sua rápida resposta.Após o meu comentário aqui, veio-me à memória e fundamentou-se a ideia que já a conehecia e alguns dos seus trabalhos que sigo no “Academia……”..
        Seguirei o conselho, e agradeço,a sua pronta disponibilidade.
        Os desejos de venturas e sucessos profissional e pessoal.
        Com os melhores cumprimentos,
        Gerónimo Paulino

  2. Bom dia Drª Filipa Fernandes,

    Eu sou uma aluna de mestrado em gestão e conservação de recursos naturais. A minha licenciatura é economia.
    Neste momento estou me inspirando/pesquisando para uma possível tema para a minha tese.
    Sendo de economia e tendo uma grande paixão pela conservação de natureza bem como pela minha terra, o arquipélago da Madeira, estes são os 3 pilares para a minha escolha de tema.
    Ao fazer algumas pesquisas na internet cheguei até ao seu trabalho, que me despertou muito interesse.
    Pensei em perguntar-lhe: se tem conhecimento de algum projeto que esteja a decorrer em que eu pudesse enquadrar a minha tese de mestrado?
    Deixo-lhe o meu contato rita101@gmail.com

    Desde ja muito obrigada e desejos de continuações de trabalhos tão inspiradores como os que tem realizado
    Cumprimentos
    Rita de Freitas

    • Bom dia Rita,
      Obrigado pelo seu contacto. Desconheço neste momento algum projecto que esteja a decorrer no âmbito das temáticas apontadas. Porém, se efectuar uma pesquisa nas bases de dados de revistas científicas ou de universidades poderá encontrar ideias de pesquisa, inspiração, etc. Porque não efectua algo relacionado com a conservação da Floresta Laurissilva e o uso sustentável do espaço?

      Cumprimentos,

      Filipa Fernandes

      • Cara Drª Filipa,Fernandes

        Obrigada pela seu comentário. Entretanto, depois da recolha de ideias, ja dei inicio a minha tese na área da valoração dos serviços dos ecossistemas, que espero terminar até fins Setembro.

        Melhores cumprimentos
        Rita

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s