I Colóquio Internacional “(Des)Memória de desastre” – Call for papers: até 15 de Julho

O I Colóquio Internacional “(Des)Memória de desastre” convida à apresentação de propostas de comunicações (20 minutos), centradas preferencialmente nas seguintes pistas de reflexão:
. A arte do desastre e ways of worldmaking: representações literárias, performativas e visuais de desastres e a construção da memória cultural desses eventos;
. Cultura(s) de desastre e sociedades resilientes: o papel da escola, dos arquivos, dos museus e de outras instituições culturais na construção da memória de desastre e da percepção do risco;
. Cruzando olhares: o discurso do Eu e do Outro na narrativa de desastre;
. Desastres, arte e mitigação dos riscos;
. Desastres e (bio)política: memória cultural, conflito e poder;
. Desastres e religião: discurso do apocalipse e/ou discurso para a resiliência;
. Desastres, memória e economia: do dano à oportunidade de desenvolvimento de modelos de sustentabilidade;
. Desastres, ruínas e arqueologia: a memória de desastre inscrita no tempo e no espaço;
. Desastres, turismo e desenvolvimento: perspectivas em análise;
. (Des)Memória de desastre e construção identitária: a narrativa do desastre e a narrativa da nação;
. (Des)Memória de desastre, percepção socio-cultural do risco e vulnerabilidade aos perigos naturais;
. Gestão e governação do risco de desastre: o papel da memória nas políticas e nas acções de gestão de risco e de emergência
. Ilhas e insularidades vulneráveis: memória e/de desastres;
. Memória de desastre, luto e trauma;
. Memória de desastre e engenharia
. Palavras que dizem (a memória de) os desastres: toponímia e abordagens sociolinguísticas;
. Planeamento e ordenamento do território: a memória do/no espaço e as estratégias para a redução de riscos de desastre;
. Representação de desastres, sua (re)mediação e difusão no mundo globalizado: (novos) media e construção/apagamento da memória de desastre.

Encontram-se também abertas inscrições para painéis temáticos, constituídos por grupos de 3 ou 4 comunicações, sob coordenação de um responsável que seja especialista no tema tomado como objecto de estudo axial. Quatro painéis encontram-se já definidos e em fase de organização:
. Painel 1 – “O desastre numa perspectiva histórica” (coordenação de Paulo Miguel Rodrigues);
. Painel 2 – “Machico e os desastres naturais” (coordenação de Élvio Sousa e Rafael Nunes);
. Painel 3 – “Memória de desastre em contexto escolar” (coordenação de Maria João Beja);
. Painel 4 – “Gestão e governação do risco de desastre” (coordenação de Delta Sousa e Silva e V. Nuno Martins)

Calendário e submissão de propostas:
As propostas de comunicações (com o máximo de 20 minutos) e/ou de painéis deverão ser encaminhadas para o endereço electrónico do colóquio (desmemoria_de_desastre_2013@sapo.pt) até 15 de Julho de 2013. No documento enviado deverão constar os seguintes elementos: título da comunicação; resumo (200 palavras); nome(s), contacto(s) e afiliação académica do(s) oradore(s) proponente(s); breve nota bio-bibliográfica, onde constem as suas principais áreas de interesse e investigação (100 palavras).

A notificação das propostas aceites pela Comissão Científica do colóquio terá lugar até 31 de Julho de 2013.

As línguas de trabalho do colóquio serão o português, o inglês, o espanhol e o francês.
Para mais informações sobre o colóquio, acompanhar actualizações publicadas no evento I Colóquio Internacional “(Des)Memória de desastre” na rede social Facebook:

https://www.facebook.com/ana.salgueirorodrigues?ref=tn_tnmn#!/events/511188358918437/

Comissão organizadora:
. Ana Salgueiro Rodrigues (CECC – Centro de Estudos de Comunicação e Cultura da Universidade Católica Portuguesa);
. Diana Gonçalves (CECC – Centro de Estudos de Comunicação e Cultura da Universidade Católica Portuguesa):
. Maria João Beja (Centro de Competência de Artes e Humanidade da Universidade da Madeira)

Comissão Científica:
. Anne Martina Emonts (Centro de Competência de Artes e Humanidade da Universidade da Madeira; CECC – Centro de Estudos de Comunicação e Cultura da Universidade Católica Portuguesa);
. Delta Sousa e Silva (LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil);
. Diana Gonçalves (CECC – Centro de Estudos de Comunicação e Cultura da Universidade Católica Portuguesa);
. Duarte Encarnação (Centro de Competência de Artes e Humanidade da Universidade da Madeira)
. Élvio Duarte Martins Sousa (CHAM – Centro de História de Além Mar, Universidade Nova de Lisboa e Universidade dos Açores; CEAM – Centro de Estudos de Arqueologia Moderna e Contemporânea);
. Filipa Fernandes (CAPP, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa)
. Isabel Capeloa Gil (Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa; CECC – Centro de Estudos de Comunicação e Cultura da Universidade Católica Portuguesa);
. Maria João Beja (Centro de Competência de Artes e Humanidade da Universidade da Madeira);
. Paulo Miguel Rodrigues (Centro de Competência de Artes e Humanidade da Universidade da Madeira; CIEC – Centro Interuniversitário de Estudos Camonianos da Universidade de Coimbra).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s