Do Poço do Risco às 25 fontes

De novo o Rabaçal, mas desta vez, com amigos nadadores, num dia dedicado ao lazer e ao convívio. Todavia, o Rabaçal, não é um espaço linear, ou seja, quem pense neste local tem necessariamente de se referir aos vários percursos ali existentes (PR6 – levada das 25 fontes, PR 6.1. Levada do Risco, levada da rocha vermelha…).

Ontem foi a vez do Poço do Risco e da levada das 25 fontes.
Caminhámos primeiro em direcção ao miradouro, sempre junto à levada do risco. Aí observamos as maravilhas da natureza: um poço esculpido no espaço e no tempo, vestígios da paisagem humanizada (túnel, mainél da levada e levada).
Depois calcorreamos a levada das 25 fontes até chegar à lagoa, abraçada por vegetação densa, um local de banhos para uns, local de contemplação para outros.

O início da construção da levada das 25 fontes data de 1835. Vinte anos mais tarde, em 1855, correram ali as águas pela primeira vez, passando do Norte para o Sul e possibilitando o aproveitamento agrícola de muitos terrenos que ainda se encontravam incultos no concelho da Calheta

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s