Água: centro temático

A captação e a distribuição das águas na ilha da Madeira sempre se revestiu de uma enorme importância, consequente, ergueu-se a monumental obra das levadas (estatais e de heréus).

Uma delas, é a Levada dos Tornos, “uma das levadas responsáveis pelo abastecimento de água potável à cidade do Funchal. Esta levada tem origem na Boaventura, passando pela Fajã da Nogueira e pela antiga Estação de Tratamento de Águas dos Tornos até Santa Cruz, sendo a maior parte da extensão feita em túneis. É, portanto, uma obra de valor incalculável, visto que a orografia da Ilha é muito acentuada e os meios na altura eram rudimentares.

Na década de 70 a Câmara Municipal do Funchal construiu a Estação de Tratamento de Água dos Tornos, inaugurando-a a 3 de Agosto de 1977. Porém, o aumento da população do concelho do Funchal, aliado ao maior rigor na recolha e no abastecimento de água, levou a que em Maio de 2000 se desactivasse a referida infra-estrutura, passando a funcionar a Estação da Alegria.

Passados 9 anos, a Câmara Municipal do Funchal revitaliza a antiga Estação de Tratamento de Águas dos Tornos tornando-a num espaço dinâmico, permitindo ao visitante reconstituir o percurso de abastecimento de água ao concelho do Funchal.

Pretende-se, ainda, com esta infra-estrutura promover actividades pedagógicas e de educação ambiental orientadas para a população escolar e público em geral, sobre a importância da água, enquanto elemento essencial à vida e ao equilíbrio dos ecossistemas. Neste sentido, foi elaborada uma exposição permanente sobre esta temática, destacando a importância dos aproveitamentos hídricos do Vale da Ribeira de Santa Luzia.

De forma a tornar o espaço mais atractivo procedeu-se à abertura de uma entrada, possibilitando a visita às quatro cisternas que constituem esta Estação.
A vertente turismo de natureza é outro atractivo do Centro Temático da Água. Através de uma rede de percursos pedestres é possível percorrer levadas e veredas de grande valor paisagístico natural, cultural e conhecer a diversidade de vegetação indígena e exótica, assim como observar algumas aves mais comuns da Ilha da Madeira. De destacar os percursos – Pico do Areeiro – Tornos – Ponte do Pisão – Corujeira – Babosas – Jardim Botânico”.
Fonte

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s